Amizade Sincera


Quem já recebeu ajuda de uma pessoa querida em um momento difícil sabe como é bom ter um amigo! Uma verdadeira amizade é capaz de aliviar a nossa dor e nos ajuda a transcender para um lugar que haja mais paz e, assim, conseguimos enfrentar a vida e os desafios com mais força.

Como diz o filósofo Confúcio Para conhecer os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade.

Pois é, quem quer ter amigos, precisa antes ser amigo; ofertar a sua melhor parte para alguém que você simplesmente goste.

Gostar não precisa de nada em especial. Apenas o fato de estar ao lado do amigo já é bom, recicla as energias, agrega conhecimentos e dá vontade de ficar mais um pouco.

Todos nós já estamos repletos de desafios, por isso não faça da amizade uma obrigação. Seja para seu amigo a companhia agradável, o incentivo que ele precisa e a presença amorosa que o ajude a lidar com questões íntimas com tranquilidade e coragem.

Estamos carentes de companhia. Não deixe que a correria do dia a dia roube de você momentos de qualidade com pessoas que são importantes.

Ouça com o coração. Não dê receitas.

Esqueça essa ideia: “é meu amigo, então posso falar”. Isso não existe. Precisamos respeitar a individualidade acima de tudo. Cada um tem a sua fase e o seu ritmo de desenvolvimento. As opiniões devem ser expostas com cuidado e amor. Quando ouvir alguma história do seu amigo, mesmo que para você não faça mais nenhum sentido aquela situação, cuidado com a forma de querer ajudá-lo.

As palavras "ainda" e "" são colocações carregadas usualmente de julgamento. Um bom amigo consegue suportar a dor do outro sem querer arrancá-lo do sofrimento, mas se colocando ao lado para descobrirem soluções mais criativas. Como também festeja a vitória com ele sem qualquer incômodo.

Quando você tem a percepção de que seu amigo invade a sua intimidade, o que você faz?

Eu sugiro que você delimite seu espaço. Coloque mais claramente os limites que seu amigo pode ter na sua vida e, quando for a sua vez de ajudá-lo, esteja atento para ver até onde é permitido ir. Todos temos os nossos próprios labirintos que, em certos momentos, precisam ser preservados e não invadidos.

"Você não pode ensinar nada a um homem; você pode apenas ajudá-lo a encontrar a resposta dentro dele mesmo." (Galileu Galilei)

Todas as relações são atuais. Sendo assim, tudo que vivemos faz parte de nossa história, não há nada insignificante. As marcas ficam no nosso coração e as carregamos para sempre.  Dessa forma, os relacionamentos que se findam não precisamos sentir dor, pois nada se perde, tudo faz parte da grande experiência VIDA.  A relação permanecerá dentro de cada um.

Isso não é negar a realidade, mas reconhecer que cada encontro é registrado na nossa alma. Devemos aproveitar somente o momento. As relações sempre seguem em diferentes contextos. Elas nunca acabam, pois tudo é revivido através de uma lembrança.

A vida só tem sentido se for vivida com amor. Busque deixar as suas marcas de amor por onde passar. Trate com respeito a todos. Já que você pode escolher os amigos, faça o seu melhor.

Grande abraço,

Regiane

 

 

Data da publicação no site do Renascimento 18/12/2013